quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O Senhor quer servir-Se de nós...



Parágrafo 151, da exortação apostólica Evangelli Gaudium do Papa francisco
Não nos é pedido que sejamos imaculados, mas que não cessemos de melhorar, vivamos o desejo profundo de progredir no caminho do Evangelho, e não deixemos cair os braços. Indispensável é que o pregador esteja seguro de que Deus o ama, de que Jesus Cristo o salvou, de que o seu amor tem sempre a última palavra. À vista de tanta beleza, sentirá muitas vezes que a sua vida não lhe dá plenamente glória e desejará sinceramente corresponder melhor a um amor tão grande.

Todavia, se não se detém com sincera abertura a escutar esta Palavra, se não deixa que a mesma toque a sua vida, que o interpele, exorte, mobilize, se não dedica tempo para rezar com esta Palavra, então na realidade será um falso profeta, um embusteiro ou um charlatão vazio.
Em todo caso, desde que reconheça a sua pobreza e deseje comprometer-se mais, sempre poderá dar Jesus Cristo, dizendo como Pedro: "Não tenho ouro nem prata, mas o que tenho, isto te dou" (At 3,6)

O Senhor quer servir-Se de nós como seres vivos, livres e criativos, que se deixam penetrar pela sua Palavra antes de transmiti-la; a sua mensagem deve passar realmente através do pregador, e não só pela sua razão, mas tomando posse de todo o seu ser.

O Espírito Santo, que inspirou a Palavra, é quem "hoje ainda, como no início da Igreja, age em cada um dos evangelizadores que se deixa possuir e conduzir por Ele, e põe na sua boca as palavras que ele sozinho não poderia encontrar" 

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Dinâmica: Reconciliação

*Por Maria Aparecida de Cicco

Apresentação de uma dinâmica que ajuda a compreender a ação de Jesus em nós, por meio do Sacramento da Reconciliação.

Nem sempre é fácil trabalhar o tema da reconciliação com adolescentes. Mas, vi um vídeo de autoria desconhecida que me trouxe uma ideia. Então, pesquisei para saber como o “milagre” acontecia e fiz a experiência, que deu certo. Assim, fiz o vídeo que apresenta o “milagre” que Jesus faz em nosso coração, manchado pelo pecado, quando buscamos o Sacramento da Reconciliação.

Compartilhamos com vocês o vídeo “Reconciliação”, que mostra a dinâmica, e também o texto que explica detalhadamente como fazer essa dinâmica em um encontro de catequese, com adolescentes, jovens ou adultos.




quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Deus não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos... Opa! alto lá!! Não é bem assim!!!


"Imaculada, que livro você pode me indicar?
Gosto quando ouço isso, pois vejo que existe por parte de muitos catequistas, um certo zelo pela formação. Bom seria se todo catequista tomasse consciência de que precisa ler, estudar, correr atrás de sua capacitação. E por falar em capacitação, existe uma frase que caiu no gosto dos catequistas que diz o seguinte:"Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos". Essa frase não é um versículo bíblico e pode ser uma catástrofe se tomada ao pé da letra, por catequistas acomodados. Uma coisa que poucos sabem é que a frase original, cujo autor é nada mais, nada menos que Albert Einstein é a seguinte: "Deus não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança"

Mutilaram a frase, que diga-se de passagem é profunda, omitindo a segunda parte e justamente a parte que nos diz respeito, jogando a batata quente pra  Deus. Que coisa cômoda neh!  Fomos escolhidos, chamados, mas precisamos nos esforçar,  ter vontade, correr atrás, estar em movimento. Fique esperando a capacitação, a formação cair do céu pra ver!!!

Escolhidos e amados, sejamos perseverantes em nossa missão, façamos com amor e com certeza nos tornaremos cada dia MAIS CAPACITADOS, fortalecendo diariamente esse SIM tão exigente e gratificante.


A dica de leitura pra hoje é o livro abaixo, um estudo sobre o Símbolo/Credo. Acho até que já indiquei essa obra por aqui. Muito bom! Precisamos saber dar razões de nossa fé e pra isso precisamos estar afinados naquilo que professamos... Ah! E não se esqueça que o CIC é um material que todo catequista precisa ter em mãos. 


A fé é um dom, mas podemos cultivar esse dom e fazê-lo crescer. Tem várias maneiras de fazê-lo crescer, com certeza esse tempo em que passamos com nossos catequizandos/catecúmenos no processo de Iniciação Cristã, é tempo oportuno. Por isso dizemos que é um processo de amadurecimento na fé. 


DEUS EXISTE????
A fé não é apenas admitir que Deus existe, mas aceitar esse Deus que existe.

"Conta-se que certa vez um ateu disse a um árabe: Como podes crer na existência de Deus, se não O vês? Então o árabe respondeu: Quando vejo na areia o rastro de um leão, eu digo: Por aqui passou um leão! Não vejo a fera, mas tenho certeza de sua existência por causa do sinal que deixou na areia. Da mesma maneira, vejo na natureza o vestígio de um ser superior a quem chamamos DEUS"

Dizem que o filósofo Balmes 'trazia no bolso' a prova da existência de Deus. E, quando lhe perguntavam, ele tirava o relógio e dizia: "Será que um mecanismo tão perfeito deste se fez por si mesmo? Pois bem, se um pequeno relógio exige que uma pessoa inteligente o tenha feito, quanto mais a maravilhosa natureza, com toda essa belíssima ordem e grandeza"

E durante a revolução francesa, um ateu disse a um camponês: " Nós vamos fechar as Igrejas e acabar com a crença em Deus".  E o camponês lhe respondeu: " Então apaguem o sol e tirem as estrelas do céu, porque o firmamento nos fala da existência de Deus."

* DO LIVRO: A quem iremos, Senhor?

Explicação do Credo para adultos - Pe Luiz Cechinato - Editora Vozes..


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

ACREDITAR E AGIR


Um viajante ia caminhando em solo distante, as margens de um grande lago. Seu destino era a outra margem. Suspirou profundamente enquanto aguardava o barqueiro para transportá-lo.

A chegada do barqueiro um homem de idade, quebrou o silêncio momentâneo. Ele olhou o pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada... este era provido de dois remos de madeira de carvalho.

Logo seus olhos perceberam o que pareciam ser letras em cada remo. Ao entrar no barco, o viajante pode observar que se tratava de duas palavras, num deles estava entalhada a palavra ACREDITAR e no outro AGIR.

Não podendo conter a curiosidade, o viajante perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos. O barqueiro respondeu pegando o remo chamado ACREDITAR e remando com toda força.

O barco, então, começou a dar voltas sem sair do lugar em que estava. Em seguida, pegou o remo AGIR e remou com todo vigor. 
Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.

Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, remou com eles simultaneamente e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago chegando ao seu destino, à outra margem.

Então o barqueiro disse ao viajante: - Esse porto se chama AUTOCONFIANÇA. Simultaneamente, é preciso ACREDITAR e também AGIR para que possamos alcançá-lo ! (Autor desconhecido)

Um belo alerta para nosso dia-dia, não basta ACREDITAR sem AGIR e nem AGIR sem ACREDITAR naquilo que fazemos. O bom senso nos mostra que precisamos trabalhar com estes dois "amigos", acreditando e agindo... Assim tornaremos nossos sonhos em realidade.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

DINÂMICAS na catequese...


Muitos catequistas entram em contato comigo, pedindo dinâmicas para fazer na catequese. E nem sempre consigo atender. Bem que eu gostaria de ser uma espécie de 'google', para conseguir ajudar a todos, mas a coisa não é tão simples assim. Mas, vamos conversar um pouquinho sobre essa busca por dinâmicas.

A dinâmica é uma  ferramenta que podemos usar para dar um toque especial em nossos encontros, porém ela precisa ser pensada,  casada com o tema. Ela reforça, amarra, dá um impulso para que  a mensagem central do encontro fique reforçada, porém, a dinâmica não pode ser o centro do encontro. Para se chegar numa determinada dinâmica, o encontro tem que estar muito claro e definido  no coração do catequista, por isso digo que não é tão simples assim, indicar dinâmicas.

O catequista não precisa se frustrar por não fazer dinâmicas em todo encontro e nem é aconselhável, para que não fique a catequese vista como oba-oba. O catequista pode dinamizar seus encontros de várias formas, como por exemplo:
Usando de uma dinâmica própria para o tema;
Contando  história/parábola que conclua sua fala;
Pode usar de imagens de revistas ou impressas, o que chamamos de fototeca.A imagem fala;
Mudando a disposição da sala. Nada de rotina,  a mesa no mesmo lugar, com a mesma toalha, com a mesma vela, com a mesma Bíblia, com a mesma flor de plástico, com o mesmo santinho... Cadê a expectativa, o surpreender?
Pense os encontros, de forma que se sentem  não só individualmente com lugares marcados, mas também em duplas ou grupos;
Sentem-se no chão, sem se preocupar se vai sujar a roupa ou não;
(Me lembro que uma vez ,estávamos sentados no chão e de repente minhas pernas começaram a formigar, naturalmente me virei de bruços e deitei-me no chão, isso sem dizer uma só palavra. E todos foram repetindo meu gesto, sem alarde... O encontro seguiu normalmente e foi prazeroso!
Outro dia, inicie com uma música, introduzindo-os no tema do dia; 
Noutro, faça uma procissão com a Bíblia;
Marque uma visita numa casa de repouso,  faça um gesto concreto, leve um lanche, materiais de higiene;
Programe, organize um dia de lazer, para jogos, brincadeiras para extravasar as energias... Atividades assim criam uma proximidade sem igual!

Enfim, o mais importante do encontro, é que cada encontro seja um encontro com o sagrado... Que cada encontro tenha um gostinho de quero mais...Que cada encontro seja espaço, oportunidade de crescimento para o catequizando e para o catequista.

Se o catequista quer um encontro dinâmico, ele terá, pois o Espírito Santo é muito criativo, mas não é incherido, só atua se for requisitado...

Beijo grande, como eu disse no início, isso aqui é uma conversa, já falei demais, agora é sua vez... Faça isso no espaço comentários... 

Deixo abaixo um link onde poderão encontrar mileuma dinâmicas... é só vasculhar!!! Esse vasculhar toma tempo, mas faz parte da preparação do Catequista!!

https://www.catequisar.com.br/texto/dinamica/ind.htm

Tem algumas dinâmicas aqui no meu blog, vá na barra lateral em MARCADORES, procure por DINÂMICAS...